Análise eletromiográfica da atividade elétrica dos músculos reto do abdome e reto femoral em exercícios abdominais com e sem bola de ginástica

Limiar anaeróbio no treinamento de atletas de longa duração
9 de novembro de 2014
Exercícios abdominais
9 de novembro de 2014
Show all

RESUMO

A bola de ginástica é um dispositivo comumente usado nos exercícios abdominais por treinadores e outros profissionais da saúde por ser considerado um método seguro de realizar exercícios para os músculos do tronco, além de ser um acessório para vários tipos de aulas em academias e clubes, principalmente em reabilitações fisioterápicas. No entanto, em relação à utilização da bola de ginástica no exercício abdominal destaca-se que os dados são controversos e, conseqüentemente, existem dúvidas dos resultados alcançados com este dispositivo. Portanto, o objetivo deste estudo foi realizar uma análise eletromiográfica comparativa dos músculos Reto do Abdome porção superior (RAS), Reto do Abdome porção inferior (RAI) e Reto Femoral (RF) durante a execução do exercício abdominal tradicional e com utilização da bola de ginástica. Nove voluntários treinados sem distúrbio neuromuscular foram selecionados para amostra. Foram realizadas 3 séries de 4 repetições para cada exercício perfazendo um tempo total de 16s. Os sinais foram captados com utilização de eletrodos de superfície e registrados em um eletromiógrafo computadorizado. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística empregando-se teste ANOVA One-Way para comparação das médias dos valores de RMSn entre os diferentes músculos em um mesmo exercício. O teste t de Student para amostras pareadas foi utilizado para a comparação das médias dos valores de RMSn de um mesmo músculo entre diferentes exercícios. Os valores numéricos de RMS (root mean square) foram normalizados (RMSn) em termos de porcentagem da contração isométrica voluntária máxima de cada músculo para cada sujeito. Os principais resultados demonstram que os músculos RAS e RAI foram mais ativados que o músculo RF durante execução do exercício Tradicional e do exercício abdominal com bola de ginástica. Comparando os exercícios não houve diferenças significativas nos valores médios de RMSn dos músculos RAS, RAI e RF. Portanto, concluímos que a utilização da bola de ginástica na realização de exercício abdominal não parece ativar os músculos RAS e RAI com maior intensidade do que o exercício Tradicional, entretanto, pode ser considerada uma alternativa viável para diversificar um programa de treinamento e/ou reabilitação física devido o aumento na dificuldade de execução do exercício e melhora da propriocepção articular.

Referência biblíografica.

LIZARDO, F.B; SOUSA, G.C ; OLIVEIRA, D.C.S;  MARQUES, K.V; BERNARDINO JR, R. Análise eletromiográfica da atividade elétrica dos músculos reto do abdome e reto femoral em exercícios abdominais com e sem bola de ginástica. Coleção Pesquisa em Educação Física, vol. 6, junho, p. 2007.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *