Potência anaeróbia em atletas de futebol de campo: diferenças entre categorias.

A eficiência da especificidade do treinamento funcional resistido
9 de novembro de 2014
Avaliação do limiar anaeróbio em atletas de futebol de campo.
9 de novembro de 2014
Show all

RESUMO

O objetivo do presente trabalho visa conhecer a potência anaeróbia de membros inferiores em atletas de futebol de campo e buscar possíveis diferenças entre as categorias. Participaram do estudo, 74 atletas pertencentes às categorias Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional do Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba,SP. Para a avaliação da potência anaeróbia, foi utilizado o RAST Test e para a análise estatística utilizou-se a técnica da análise de variância para o modelo com um fator, complementada com o teste de comparações múltiplas de Tukey (ZAR, 1999). Os principais resultados apontam que os valores encontrados para Potência Máxima e Média, mostram diferenças significantes entre Sub-15 e Sub-17 e semelhança em todas as categorias para o Índice de Fadiga. A partir dos dados coletados, conclui-se que as diferentes categorias possuem suas particularidades em relação aos níveis de potência, sendo importante considerá-las na planificação dos treinamentos.

Referência bibliográfica
Spigolon, L.M.P; Borin, J.P; Leite, G.S; Padovani, C.R.P; Padovani, C.R. Potência anaeróbia em atletas de futebol de campo: diferenças entre categorias.Coleção Pesquisa em Educação Física, vol.6, junho, p.421-428, 2007.

Os comentários estão encerrados.